Natureza

Era um fim tarde ensolarada de domingo. Pássaros esvoaçantes nos céu cortavam o ar com seus cantos chamativos, indo em direção ao sol laranja. Alguns se embrenhanvam por entre os galhos, certificava apressado de um lado a outro um alimento ou algum perigo. Mesmo sem achar nenhum dos dois, batia asas e partia. Largava tudo indo para algum lugar, acho que seu abrigo, mas fazia tudo silenciar, ficar calmo, como a brisa leve trazendo um começo de noite tranquila. E a vida era sim; uma vida besta, mas bonita pela paisagem. Só cansava minhas pernas, e meus braços cruzados enquanto eu era o único apreciador e amador dessa arte. Que era de olhar a vida da natureza.

Publicado por Escrever para eternizar as coisas

poeta, autor, desde 2009

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: